domingo, 30 de março de 2014

O que fazer em Tiradentes? Nomeamos 9 paradas turísticas que você não pode perder!

Eu acreditava que a cidade estava no páreo das queridinhas do Brasil devido a suas aparições em rede nacional exibidas em algumas minisséries como Hilda Furacão e JK, mas na real, a formosa Tiradentes jamais precisaria de um empurrãozinho da Globo, ela é naturalmente fotogênica.

A composição das construções coloniais, o calçamento pé de moleque e o vai e vem das carroças, é alegria para a alma e charme nos seus click´s!


1 - O Largo das Forras é a principal praça da cidade, recebeu esse nome por ter sido em fins da escravidão o local onde os escravos recebiam sua carta de alforria.
Os antigos casarões que serviam de residência, hoje dão espaço para bares, hospedagens e  lojinhas. Aqui também está a sede da prefeitura em uma das edificações mais antigas - 1.720, e a Capela do Bom Jesus da Pobreza erguida em 1.771.

O colorê dos artesanatos nas lojas dão uma boa atmosfera no local.
Á noite os turistas se juntam para beberiscar num momento relex á céu aberto, e é nesse momento que se encaixa a nossa próxima dica:

2 - Momento Extravagância na Gastronomia - Reverse pelo menos 1 dia para se esbaldar na comilança, opções da boa comida mineira para todos os tamanhos de bolso aqui não irá faltar.
R E N D A - SE!!!

3 - A Igreja - Matriz de Santo Antônio - Situada no alto da ladeira, demonstrando assim a sua imponência e símbolo da religião na cidade desde a época colonial.


 Logo de entrada, é difícil não se impressionar com a quantidade de ouro - 482 Kilos que decoram o altar e suas imagens.


Concluída em 1732, ganhou um órgão trazido de Portugal em 1788. Um processo de restauração em 2002 conferiu cores novas à matriz, que se tornou cenário de um espetáculo religiosos de som e de luz nas noites de sexta, sábado e domingo, o roteiro narrado conta a história da igreja num texto de 16 minutos gravado pelo ator Paulo Goulart, consulte valores e horários para a sua programação.


4 - Passeio de Maria Fumaça - O trem percorre 13 km (40 minutos) margeando o Rio das Mortes, com vista para a Serra de São José. No sentido Tiradentes/São João del Rei, quem senta do lado direito do vagão observa melhor a paisagem.
As saídas ocorrem 6ª/sáb 13h e 17h, dom 11h e 14h (retornos 6ª/sáb 10h e 15h, dom 10h e 13h).
O roteiro só de ida custa R$ 40 e o completo (ida e volta) R$ 50,00.


O Passeio em si já é majestoso, e se é a única possibilidade de você conhecer a vizinha São João del Rei, não pense duas vezes.
Viajando com crianças? Elas irão adorar! Até 5 anos não pagam e de 6 a 12 anos com 50% desconto.

5 - Museu Padre Toledo - na época esse casarão serviu para as secretas reuniões já que o padre era um dos líderes dos Inconfidentes. Hoje, após uma restauração o museu está aberto á visitação, destacando as pinturas no forro e o mobiliário da época.

6 - O Chafariz de São José - Pode-se passar despercebido sem um guia, mas diante de uma construção datada de 1.749 e 3 fontes em forma de carranca as quais funcionam até hoje, tem que rolar uma curiosidade do expectador.


 A fachada guarda a imagem de São José de Botas e mais uma vez, o brasão da Coroa Portuguesa.
A água fresquinha continua sendo consumida pelos moradores e turistas que por aqui passam, vem de uma fonte localizada atrás do chafariz e desce por um aqueduto de pedras feito pelos escravos.


A imponente arquitetura da época tinha como função abastecer a vila com água potável, uma bica lateral para a lavagem de roupas e a outra como bebedouro para os animais.
O Bosque Mãe D´Água, responsável pelo abastecimento das fontes, arborizado e de acesso gratuito também pode ser uma opção no seu roteiro.


7 - Passeio de Charrete - com saída na Praça Largo das Forras é a melhor pedida pra quem não gosta de caminhar, super recomendo, além do transporte eles são ótimos guias.

 8º e o 9º ponto em postagens especiais que já foram publicados, clique e saiba tudo:

8- O Ilustre Doceiro - Sr. Chico

9 - Passeio noturno de Jardineira e os intrigantes causos de Tiradentes


Veja também:

Hospedagem boa e barata em Tiradentes.

2 comentários:

Diário da mãe e da filha disse...

Charrete cor de rosa? Que demais! Ainda não conheço Tiradentes, mas bateu uma imensa vontade com seu post, hehe
Beijos

Ana do Viajar é tudibom! disse...

Olá queridas.

De verdade,Tiradentes como todas as outras cidades históricas que visitamos nessa trip, nos deixaram curiosos e satisfeitos mais da conta sô!